Policial

Caucaia-CE: Acidente deixa seis mortos e nove feridos

Um grave acidente envolvendo dois veículos, próximo à praia da Tabuba, em Caucaia, deixou seis mortos e nove feridos.

A Kombi ficou completamente destruída após a colisão com o caminhão. Cinco pessoas morreram no local (RAFAEL CAVALCANTE)

A Kombi ficou completamente destruída após a colisão com o caminhão. Cinco pessoas morreram no local (RAFAEL CAVALCANTE)

Uma colisão entre uma kombi e um caminhão na manhã de ontem deixou seis mortos e nove feridos. O acidente aconteceu por volta das 8h30min, no quilômetro 12 da CE-090, próximo à praia da Tabuba, em Caucaia. A frente da kombi ficou totalmente destruída e parte das laterais foram arrancadas com o impacto.

A kombi levava 12 pessoas para trabalhar no canteiro de obras da construtora Cameron, no Cumbuco. Cinco passageiros morreram no local do acidente: Ângelo Negrão de Lemos, 36; Antônio Ferreira da Silva, 49, motorista do veículo; Antônio Francimar Gomes, 33; Antônio Francisco da Silva, 31; e mais uma vítima não identificada. Outro passageiro, Francisco Cristiano da Silva, 22, morreu após chegar ao IJF.

Os casos mais graves foram encaminhados ao Instituto Doutor José Frota (IJF). Um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) ajudou na remoção. Duas vítimas estão na área 1 do IJF, que é a de pacientes muito graves. Edvaldo Freire da Silva está em estado gravíssimo e entubado. Marciano Rodrigues Maia passou pela sala de reanimação. Ele teve fratura na perna e passará por cirurgia. Já José Pereira da Silva teve traumatismo crânio-encefálico e politraumatismo, mas está acordado.

Os três ocupantes do caminhão foram encaminhados ao hospital municipal de Caucaia. O motorista Francisco Airton Soares sofreu fratura exposta na perna e passou por cirurgia. O ajudante Otaciano Santos da Silva foi liberado após atendimento. O outro passageiro, João da Mota Gomes, sofreu trauma de abdômen agudo e teve de ser encaminhado ao IJF. Ele também teve fratura exposta nas pernas e passará por cirurgia. O funcionário da construtora Cameron, Michel de Souza Silva, também foi atendido no hospital e teve fratura no membro inferior e está internado. Até o fechamento da edição, O POVO não conseguiu a identificação das outras duas vítimas que eram transportadas na kombi.

O caminhão trafegava no sentido Cumbuco-Icaraí e a kombi vinha no sentido contrário. Após acidente, o caminhão estava no acostamento e a kombi ficou atravessada no meio da rodovia. Segundo a PMTur, ontem ainda não era possível apontar as causas do acidente.

O capitão Campêlo, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), informou que um funcionária da empresa Placitude, proprietária do caminhão, conversou com o motorista do veículo. Francisco Airton Soares disse que a kombi entrou na contramão, como se tivesse perdido o controle do carro. Não foi possível desviar do veículo.

O quê

ENTENDA A NOTÍCIA

Os passageiros da kombi iam para o trabalho, num canteiro de obras de edifíco no Cumbuco. O acidente aconteceu próximo à praia da Tabuba, na CE-090. As causas ainda estão sendo apuradas pela Polícia.

SAIBA MAIS

Alguns funcionários da construtora Cameron foram ao local do acidente. Um deles se emocionou ao reconhecer os corpos.

A garçonete Rosalaine Gonçalves mora próximo ao local e conta que acordou com o barulho da colisão. “Quando cheguei, só o motorista estava morto”.

Os mortos no acidente foram identificados como: Antônio Francisco da Silva, Ângelo Negrão de Lemos, Antônio Ferreira da Silva (motorista da Kombi), Antônio Francimar Gomes, Francisco Cristiano da Silva. Uma vítima não foi identificada

Os feridos: Edvaldo Freire da Silva, Francisco Airton Soares de Lima, João da Mota Gomes, José Pereira da Silva, Marciano Rodrigues Maia, Michel de Souza Silva, Otaciano Santos da Silva. Os outros dois feridos não foram identificados

O Povo

Leia também

Comentários Encerrado

Os comentários estão encerrados. Você não poderá publicar comentário neste artigo.