Saúde

Juazeiro do Norte-CE: Hospital Regional do Cariri faz captação de órgãos para transplante

HRC (Hospital Regional do Cariri) se prepara para realizar os primeiros transplantes de fígado na região

Juazeiro do Norte O Hospital Regional do Cariri (HRC) irá implantar a partir de julho deste ano o sistema de Organização à Procura de Órgãos (OPO). Uma cirurgia para a retirada de órgãos de uma paciente de 41 anos foi registrada no hospital, depois de haver uma preparação logística para a realização do procedimento, que contou com uma operação montada por meio do Governo do Estado e Secretaria de Saúde (Sesa), para o aproveitamento dos órgãos doados, que foram levados imediatamente para Fortaleza. O HRC se prepara para realizar os primeiros transplantes de fígado da região. No Cariri já são realizados transplantes de rins e córnea.

Segundo a coordenadora da Central de Transplantes do Estado, Eliana Barbosa, a perspectiva é que o hospital possa realizar os primeiros transplantes. Alguns médicos locais estão sendo contatados para debater a viabilidade. Eliana Barbosa afirma que o Cariri conta com um grande potencial de notificações, em virtude do alto número de acidentes. A OPO começou a funcionar no Hospital Santo Antônio, em Barbalha, e com o funcionamento do HRC, houve a decisão de transferir esse serviço. Os funcionários serão contratados por meio de concurso, após a publicação de edital. Essa foi a primeira doação de órgãos para transplante registrada pelo HRC, desde que foi inaugurado, em abril do ano passado.

Referência no Interior do Estado, o Hospital do Cariri vai ampliar sua atuação, com a criação do sistema de Organização à Procura de Órgãos (OPO) a partir do mês de julho. O serviço beneficiará pacientes em toda a região FOTO: CID BARBOSA

O trabalho contou com a articulação do médico Gustavo Martins, que fez parte da diretoria do hospital. Os órgãos doados foram transplantados no Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e no Hospital Universitário Walter Cantídio. A notificação do potencial da doadora no HRC foi registrada pela Central de Transplantes da Sesa no último dia 1º e dois dias depois foi realizada a cirurgia.

O transporte dos órgãos doados foi realizado depois que a Central de Transplantes acionou a Casa Civil. Em seguida, o voo para o transporte da técnica responsável pela realização do exame e do aparelho de eletroencefalograma portátil foi autorizado. O resultado do exame recebeu o laudo por neurologista do HRC. Segundo a Secretaria de Saúde, o protocolo de morte encefálica foi fechado às 2h20min do dia 3 passado. Após entrevista, a família autorizou, às 3h18min, a doação do coração, pulmão, pâncreas e rins.

Outra equipe de captação de fígado do Hospital Universitário foi acionada até o Cariri. A cirurgia para retirada dos órgãos foi realizada no HRC às 7 horas de domingo. Os rins foram captados pela equipe de transplante renal da Fundação Leandro Bezerra de Menezes, da cidade do Crato. De acordo com a Secretaria, no Hospital Universitário, uma mulher de 49 anos recebeu o fígado e um homem de 43 anos recebeu o rim direito. No HGF, um homem de 48 anos recebeu o rim esquerdo. Coração e pâncreas não foram retirados por falta de receptor compatível e, o pulmão, por incompatibilidade de tamanho. A família não autorizou a doação das córneas.

No Ceará, o Instituto Dr. José Frota (IJF) é a principal unidade de captação de órgãos para transplantes, responsável, em 2011, por 70,4% dos órgãos transplantados no Estado no ano passado. No Cariri, o HRC se prepara para se tornar também importante unidade de captação no Estado e para, futuramente, se habilitar como unidade transplantadora.

Central do Estado estaca campanha

Juazeiro do Norte A coordenadora da Central de Transplantes do Estado, Eliana Barbosa, afirma que o Ceará tem realizado uma boa campanha para a doação de órgãos, mas a demanda ainda é alta em relação ao número de doadores. “A doação ainda não supre a demanda”, afirma. Mesmo com uma notificação ainda baixa, o Cariri poderá dar uma grande contribuição no sentido de diminuir as filas de doadores no Estado.

Ela disse que junto com a Organização à Procura de Órgãos (OPO) será realizado um trabalho de conscientização, o que poderá possibilitar a redução da negativa familiar. Além disso, ainda existe uma subnotificação de pacientes com morte encefálica. Ela ressalta a parceria de entidades, como a Fundação Edson Queiroz, por meio da campanha Doe de Coração, que atua com a sensibilização das pessoas em relação à importância de salvar vidas com as doações.

Campanha “Doe de Coração”, promovida pela Fundação Edson Queiroz, busca conscientizar sobre a importância da doação de órgãos FOTO: THIAGO GASPAR

Cerca de 690 pessoas estão na fila à espera por um transplante, segundo dados da Central de Transplantes do Estado.

A campanha Doe de Coração, realizada desde 2003 pela Fundação Edson Queiroz, tem como lema principal a doação como um gesto de amor e solidariedade. Já são nove anos de trabalho, atingindo milhares de pessoas, com reconhecimento nacional da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) com o prêmio Amigo do Doador, concedido à Fundação Edson Queiroz em 2008.

O movimento consiste em uma campanha de conscientização realizada anualmente, por meio da veiculação de peças publicitárias nos principais meios de comunicação, como TV, jornal, rádio e internet, distribuição de camisas, cartilhas e material promocional de apoio, além da realização de palestras com profissionais especializados. Em 2010, o Ceará superou a média nacional em número de doadores efetivos. Conforme dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), naquele ano, foram realizados 872 transplantes, o que representa um aumento de 13,6% em relação a igual período do ano anterior.

De acordo com a Sesa, o Estado do Ceará vem registrando recordes sucessivos de transplantes ano a ano.

Mais informações:

Hospital Regional do Cariri (HRC)
Rua Catulo da Paixão Cearense,
S/N, Triângulo
Juazeiro do Norte – CE
Telefone: (88) 3566.3600

Diário do Nordeste

Leia também

Comentários Encerrado

Os comentários estão encerrados. Você não poderá publicar comentário neste artigo.