A polêmica não foi unicamente por Adriana Ancelmo, ex-primeira dama, mas também pela boa aparência que ela mostrou ao chegar em sua casa, um apartamento de 400 metros quadrados no Leblon. A ex-primeira dama chegou escoltada pela Polícia Federal, e mostrou-se aparentemente mais magra do que quando foi presa, em dezembro.

Os internautas que não deixam passar nada ficaram surpresos com a imagem de Adriana. “Que cara boa! Como assim??? Kkk”, comentou Izabel Cristina Fonseca. “Um olhar pleno de quem sambou bonito na cara da sociedade”, escreveu Paulo Ricardo Silva.

A silhueta da mulher de Cabral também gerou polêmica nas ruas. A ambulante Gisele Moura, de 37 anos, ironizou ao comparar a foto de quando Adriana chegou à prisão com a de agora, após sair da cadeia: “Olha, até a pele dela está melhor. Não sei que comida servem em Bangu, mas acho que uma temporada naquele lugar não faria mal para mim”.

O taxista Gerson do Amaral Silveira, de 41, que não quiz brincar com a situação disse: “Dá para ver que não ficou presa tempo suficiente para pagar pelos crimes que cometeu. Se enquanto estava presa ficou bem cuidada assim, imagina agora, em casa”.

Numa nota enviada pela Secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap) fala-se que as refeições que são servidas aos detentos levam arroz ou macarrão, feijão, farinha, carne vermelha ou branca, legumes, salada, sobremesa e refresco. No café da manhã, tem pão com manteiga e café com leite. Já no lanche, é servido guaraná e pão com manteiga ou bolinho. E de acordo com a Seap, Adriana se alimentou bem durante o tempo em que ficou presa.

DEIXE UMA RESPOSTA